Corpo humano, Saúde...

Enganar o nosso próprio cérebro é muito mais fácil do que pensamos? Magia?

Enganar o nosso próprio cérebro é muito mais fácil do que pensamos? Magia?


O cérebro Inconsciente


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Enganar o nosso próprio cérebro é muito mais fácil do que pensamos? Magia?


Mais de 90 % das nossas ações diárias, tais como beber um café, mudar de canal ou abrir uma porta, fazem-se inconscientemente através de uma espécie de piloto automático que temos no cérebro.


Com a ajuda de alguns dos neurocientistas mais prestigiados do mundo, como os professores Allan Snyder ou John Bargh, veremos quais são os mecanismos que regem estes processos e, em que medida, o cérebro inconsciente é capaz de moldar a nossa atenção, percepção e memória.


Na verdade, investigações recentes já revelaram que o inconsciente determina também decisões mais importantes, como por exemplo, escolher o nosso companheiro afetivo ou pilotar um caça de combate.


A Odisseia tem o prazer de apresentar este apaixonante documentário sobre o cérebro inconsciente, em que desafiaremos os espectadores através de divertidos e interessantes desafios mentais. Descobriremos que enganar o nosso próprio cérebro é muito mais fácil do que pensamos.


Arquivos de Valter Luis

http://zip.net/bdmPvP

Imagens de cosmosvldc

http://zip.net/bnmzNk

Blog de vl.chapas

http://vldc.zip.net/


sábado 15 junho 2013 08:40 , em Corpo humano, Saúde...


Como o coração trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias.

Há muitos tipos diferentes de arritmia. Esta animação explica como o coração Trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias. Também nos mostra quais são os sintomas de uma arritmia e como ela pode ser tratada.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Como o coração trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias.


Arritmia Cardíaca

 

Batimento cardíaco irregular; Palpitações; Sensação de esmagamento ou aceleração cardíaca

 

Arritmia cardíaca é a sensação de que os batimentos cardíacos parecem esmagadores ou acelerados. Você pode simplesmente sentir um desconforto com seus próprios batimentos ou ter a sensação de falta ou interrupção desses batimentos. O ritmo cardíaco pode ser normal ou anormal. A arritmia cardíaca pode ser sentida no tórax, garganta ou pescoço.

 

Disritmia, palpitação, braquicardia, taquicardia

 

Uma arritmia é um distúrbio do batimento ou ritmo cardíaco, como batimento muito rápido (taquicardia), muito lento (bradicardia) ou irregular.

 

Normalmente, o coração é capaz de bombear o sangue pelo corpo sem ter que se esforçar mais do que o necessário.


Para ajudar nisso, o coração possui um sistema elétrico que garante que as contrações aconteçam de forma ordenada.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Como o coração trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias.


O impulso elétrico que sinaliza que seu coração deve contrair começa no nódulo sinoatrial (também chamado de nódulo SA ou nódulo sinusal). Esse é o marcapasso natural do coração.

 

Arritmia é causada por alterações no sistema de condução do coração

 

O sinal deixa o nódulo SA e viaja através de duas cavidades superiores (átrios).

 

Então, o sinal passa por outro nódulo (nódulo AV, ou nódulo atrioventricular). Finalmente, o sinal passa pelas cavidades inferiores (ventrículos).

 

Mensagens diferentes enviadas pelos nervos sinalizam para o coração bater mais lento ou mais rápido.

 

As arritmias são causadas por problemas com o sistema elétrico de condução do coração. Outras áreas do sistema elétrico também podem enviar sinais. Em algumas ocasiões, os sinais elétricos não são capazes de se mover tão facilmente ou, até mesmo, completamente.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Como o coração trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias.


Quando a arritmia está presente, o batimento cardíaco pode ser:

Muito lento (bradicardia)

Muito rápido (taquicardia)

Irregular

 

Os problemas podem surgir em qualquer parte deste sistema de condução, causando diversas arritmias. Por exemplo:

 

Fibrilação atrial ou palpitação

 

Taquicardia por reentrada nodal atrioventricular (TRNAV)

 

Obstrução do coração ou obstrução atrioventricular

 

Taquicardia atrial multifocal

 

Taquicardia supraventricular paroxística

 

Síndrome do nódulo sinusal

 

Fibrilação ventricular

 

Taquicardia ventricular -- ritmo cardíaco acelerado que se origina nas cavidades inferiores (ventrículos)

 

Síndrome de Wolff-Parkinson-White


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Como o coração trabalha e o que acontece de errado em diferentes tipos de arritmias.


O risco de contrair taquicardia ou bradicardia varia muito, dependendo de:

Desequilíbrios químicos sanguíneos, como níveis anormais de potássio

 

Cardiomiopatia -- uma fraqueza do músculo do coração ou uma alteração nesse mesmo músculo

 

Insuficiência cardíaca

 

Hipertireoidismo

 

Ataque cardíaco prévio


As arritmias também podem ser causadas por algumas substâncias ou drogas, por exemplo:

Anfetaminas

Cafeína

Cocaína

Betabloqueadores

Psicotrópicos

 

Simpatomiméticos


Às vezes, medicamentos contra a arritmia -- prescritos para tratar um tipo de arritmia podem, na verdade, causar outro tipo da doença.

 

Se a arritmia é detectada, vários testes podem ser realizados para confirmar ou descartar as causas suspeitas. O exame de estudo eletrofisiológico pode ser feito para descobrir a arritmia e determinar o melhor tratamento, principalmente quando se considera implantação de marcapasso ou procedimento de ablação por cateter.

 

Sintomas de Arritmia

 

Uma arritmia pode estar sempre presente ou desaparecer e retornar. É possível não sentir os sintomas da arritmia quando ela está presente. Ou pode-se somente senti-los quando se está mais ativo.

Os sintomas podem estar presentes de forma leve, grave, inclusive representando risco de vida.


Outros sintomas incluem:

Dor torácica

Desmaio

Batimentos acelerados ou lentos (palpitações)

Vertigem, tontura

Palidez

Falta de ar

Batidas fora do ritmo - mudanças no padrão do pulso

Sudorese


Arquivos de Valter Luis
http://zip.net/bdmPvP
Imagens de cosmosvldc
http://zip.net/bnmzNk
Blog de vl.chapas
http://vldc.zip.net/


domingo 01 setembro 2013 13:17 , em Corpo humano, Saúde...


Daltonismo (percepção confusa de algumas cores)

Daltonismo


Daltonismo é a percepção confusa de algumas cores.


A perturbação do daltonismo, normalmente, tem origem genética. Essa deficiência é provocada por uma anomalia hereditária recessiva do cromossomo X. Geralmente, o daltonismo é mais comum em homens.


Caracterizando a incapacidade na distinção de algumas cores primárias, por exemplo, a situação onde a cor marrom é a indicação da leitura visual realizada por um portador daltônico, quando a real percepção deveria ser a verde ou vermelha. Esse tipo de confusão daltônica é a mais comum dentre os casos existentes.

Por se tratar de uma anormalidade relacionada ao sexo, existe distinta interpretação genotípica e respectivos fenótipos para os gêneros masculino e feminino.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Daltonismo (percepção confusa de algumas cores)


Assim, é observado com mais frequência em homens do que em mulheres, devido o gênero masculino possuir apenas um cromossomo X (o outro é Y), enquanto o feminino possui dois X (portanto XX).


Dessa forma, uma mulher daltônica necessariamente deve possuir genótipo homozigótico recessivo XdXd. A heterozigose XDXd ou XdXD (apenas uma inversão na posição convencional da escrita), não condiciona a manifestação da anomalia, mas indica que essa é portadora e pode transmitir a característica em questão aos descendentes.


Em homens, basta o seu único cromossomo X possuir o gene recessivo, que esse será daltônico.

“O olho humano. Componentes, nomenclatura e estrutura do órgão da visão”, na retina encontramos os cones e os bastonetes.

 

Nos cones e bastonetes há substâncias que sofrem transformações químicas quando recebem a luz.

Essas transformações originam mensagens elétricas que são levadas pelo nervo óptico até o cérebro, órgão em que a imagem é percebida.


Os bastonetes são células bem sensíveis à luz e captam imagens em lugares pouco iluminados.

Já os cones funcionam em ambientes mais iluminados, fornecendo imagens coloridas e mais nítidas.


Nós vemos imagens coloridas porque temos três tipos de cones na retina: os que reagem melhor à luz vermelha, os que reagem ao verde e os que reagem ao azul. As cores que percebemos dependem da combinação dos sinais nervosos enviados pelos três tipos de cones.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Daltonismo (percepção confusa de algumas cores)


A perturbação do daltonismo, normalmente, tem origem genética, mas pode, também, ser resultante de lesão nos órgãos responsáveis pela visão, ou de lesão de origem neurológica que influencia na atividade dos cones.

Devido a um problema genético, algumas pessoas apresentam ausência ou redução no número de um ou mais tipos de cone. Em consequência, a pessoa tem dificuldade de distinguir certas cores. Chamamos isso de Daltonismo, também conhecido como discromatopsia ou discromopsia.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Daltonismo (percepção confusa de algumas cores)


O daltônico enxerga as cores conforme o tipo de cone que possui.

Não há cura para o daltonismo, mas existem lentes que ajudam a melhorar o contraste entre as cores.

Há lentes com filtro que auxiliam o portador de deficiência em relação a uma determinada cor.


Entretanto, o material é muito caro e precisa ser feito personalizadamente, dependendo do grau de identificação de cada cor confundida.

Mas, há estudiosos do assunto que alegam ainda não existirem comprovações científicas que indiquem o método e, por isso, encaram esse tipo de correção, ainda, com reservas.


Existem vários métodos para se diagnosticar a presença do daltonismo e determinar em que grau ele está afetando a percepção das cores de uma pessoa. O mais comum é o Teste de Cores de Ishihara para Daltônicos (Ishihara Color Test for Color Blindness), que foi desenvolvido pelo oftalmologista japonês Shinobu Ishihara (1879-1963).


Arquivos de Valter Luis
http://zip.net/bdmPvP


Imagens de cosmosvldc
http://zip.net/bnmzNk


Blog de vl.chapas
http://vldc.zip.net/


quinta 06 dezembro 2012 21:22 , em Corpo humano, Saúde...


Músculos da face - Paciente Virtual

Paciente Virtual: 

Músculos da face


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Músculos da face - Paciente Virtual


EPICRÂNIO

Couro Cabeludo

O Epicrânio é uma vasta lâmina musculotendinosa que reveste o vértice e as faces laterais do crânio, desde o osso occipital até a sobrancelha. É formado pelo ventre occipital e pelo ventre frontal e estes são reunidos por uma extensa aponeurose intermediária: a gálea aponeurótica. 

* Ventre Occipital 

Origem: 2/3 laterais da linha nucal superior do osso occipital e processo mastóide 

Inserção: Gálea aponeurótica 

Inervação: Ramo auricular posterior do nervo facial 

Ação: Trabalhando com o ventre frontal traciona para trás o couro cabeludo, elevando as sobrancelhas e enrugando a fronte 

* Ventre Frontal 

Origem: Não possui inserções ósseas. Suas fibras são contínuas com as do prócero, corrugador e orbicular do olho 

Inserção: Gálea aponeurótica 

Inervação: Ramos temporais 

Ação: Trabalhando com o ventre occipital traciona para trás o couro cabeludo, elevando as sobrancelhas e enrugando a fronte. Agindo isoladamente, eleva as sobrancelhas de um ou de ambos os lados.

TEMPOROPARIETAL

Couro Cabeludo

O Temporoparietal é uma vasta lâmina muito delgada. 

Origem: Fáscia temporal 

Inserção: Borda lateral da gálea aponeurótica 

Inervação: Ramos temporais 

Ação: Estica o couro cabeludo e traciona para trás a pele das têmporas. Combina-se com o occipitofrontal para enrugar a fronte e ampliar os olhos (expressão de medo e horror).

GÁLEA APONEURÓTICA

Couro Cabeludo...


Músculos da face

http://www.auladeanatomia.com/sistemamuscular/facee.htm


Arquivos de Valter Luis

http://zip.net/bdmPvP


Imagens de cosmosvldc

http://zip.net/bnmzNk


Blog de vl.chapas

http://vldc.zip.net/


sábado 27 abril 2013 00:15 , em Corpo humano, Saúde...


O ser humano é a única criatura sobre a terra que possui a linguagem! -'Origens da Linguagem Humana'

 Origens da Linguagem Humana

 

Não há uma hipótese única para explicar a origem da linguagem, mas sim possibilidades mais ou menos plausíveis. Um assunto que exige muita cautela, pois não há indícios do que realmente aconteceu. 


O ser humano é a única criatura sobre a terra que possui a linguagem. 

A linguagem é crucial a tudo que nos torna seres verdadeiramente humanos. A linguagem humana difere de todas as outras formas de comunicação animal.   A linguagem humana pode produzir uma quase infinita variedade de pensamentos, contrariamente aos sistemas de comunicação dos animais, que na natureza raramente excedem quarenta diferentes manifestações ou chamados. 


Quando são feitas tentativas de ensinar uma linguagem a chimpanzés, imediatamente torna-se aparente a sua limitação de vocabulário. A comunicação entre os animais é destituída de gramática e de complexidade, o que se observa até mesmo em símios treinados especificamente para dominar a linguagem.


Uma criança rapidamente manifesta sua capacidade de, partindo de sentenças de uma ou duas palavras, atingir expressões complexas com muitas palavras. 

A singularidade da linguagem humana baseia-se no seu referencial simbólico; toda a comunicação não humana é não-simbólica.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Ser humano, a única criatura sobre a terra que possui a linguagem! 'Origens da Linguagem Humana'


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Ser humano, a única criatura sobre a terra que possui a linguagem! 'Origens da Linguagem Humana'


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', Ser humano, a única criatura sobre a terra que possui a linguagem! 'Origens da Linguagem Humana'


A linguagem humana é um sistema de comunicação baseado em símbolos. A palavra exprime um conceito, e não realmente um objeto.


 O cérebro dos seres humanos é estruturado de forma diferente do dos animais, em termos de produção da linguagem. Os seres humanos utilizam para a comunicação uma parte do cérebro distinta da que usam os animais. A comunicação animal é controlada pela base do cérebro e pelo sistema límbico, enquanto que a linguagem humana é controlada pelo córtex cerebral esquerdo.


A linguagem verbal é imaterial, não deixa rastro ou fóssil linguístico.

Atualmente, trabalha-se com duas hipóteses: a monogênese, que sustenta que havia uma única manifestação da linguagem verbal, da qual derivaram as outras; e a poligênese, segundo a qual houve vários idiomas no início da humanidade.


O processo de diversificação das línguas, ainda não são totalmente compreendidas. Mas, observa-se, mesmo nos idiomas modernos, uma contínua fragmentação em outras línguas.


A fonologia, ciência que estuda a fonética das línguas, contradiz a conclusão da pesquisa publicada na Science, que sugere que quanto mais distante um idioma está da África, onde surgiu a espécie humana, menos fonemas ele terá.


Arquivos de Valter Luis

http://zip.net/bdmPvP


Imagens de cosmosvldc

http://zip.net/bnmzNk


sexta 25 janeiro 2013 16:24 , em Corpo humano, Saúde...


|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para cosmosvldc

Precisa estar conectado para adicionar cosmosvldc para os seus amigos

 
Criar um blog