O primeiro manual de sexo da história! - O 'Papiro de Turim’

 O primeiro manual de sexo da história!

 O 'Papiro de Turim’


“Sempre achamos que o Kama Sutra teria sido o primeiro “manual do sexo”, mas novas descobertas mostram que o ‘Papiro de Turim’, escrito 2000 anos antes, é na realidade o primeiro manual de sexo da história”. 


 Com várias imagens de atividades sexuais, talvez focadas em Ramsés II e suas muitas esposas, o manual é uma intrigante representação visual do sexo no Egito antigo.


 Viajando ao Museu Egípcio em Turim, poderemos nos maravilhar com esta incrível arte em papiro, que alguns acreditam fazia uma crítica ao lado sexual do estilo de vida egípcio.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', O primeiro manual de sexo da história? - o 'Papiro Erótico de Turim'


Papiro Erótico de Turim


O Papiro de Turim ou Cânone Real de Turim, também conhecido como Lista de Reis de Turim ou Papiro Real de Turim, é um papiro com textos em escrita hierática, custodiado no Museu Egípcio de Turim, ao qual deve o seu nome.


A importância deste papiro foi reconhecida de imediato pelo egiptólogo francês Jean-François Champollion, e posteriormente por Gustavus Seyffarth, empenhando-se na sua reconstrução e restauração. Embora se conseguisse ordenar a maior parte dos fragmentos na posição correta, a diligente intervenção destes dois homens também chegou tarde, já que muitos pedaços deste importante papiro se tinham perdido.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', O primeiro manual de sexo da história? - o 'Papiro Erótico de Turim'


Não sabemos que fontes utilizou o escriba para organizar a lista, se a copiou simplesmente de um papiro já existente, ou a compôs tendo acesso aos arquivos dos templos, compilando a lista utilizando antigas notas de impostos, decretos e documentos; a primeira possibilidade parece mais provável e implicaria que a Lista Real de Turim é realmente um documento de extraordinário valor histórico.


O texto está datado na época de Ramsés II (embora possa ter sido escrito posteriormente) e menciona os nomes dos faraós que reinaram no Antigo Egito, precedidos pelos deuses que "governaram" antes da época faraónica.


O papiro, de dimensão 170 cm por 41 cm, consta de uns 160 fragmentos, a maioria muito pequena, faltando muitos pedaços.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', O primeiro manual de sexo da história? - o 'Papiro Erótico de Turim'


O papiro contém de um lado uma lista de nomes de pessoas e instituições, no que parece ser una estimação de tributos. No entanto, é o outro lado do papiro que suscitou a maior atenção, pois contém uma lista de deuses, semideuses, espíritos, reis míticos e humanos que governaram o Egito, presumivelmente desde o principio dos tempos até à época de composição deste inestimável documento.


O principio e o final da lista perdeu-se, o que significa que não temos a introdução da lista – se houve tal introdução – e a relação dos reis que houve depois da XVII dinastia.


O papiro cita nomes de governantes, agrupando-os por vezes e dá a duração do governo de alguns destes grupos, que correspondem, em geral, ao resumo das dinastias de Manetão. Mostra ainda em anos, meses e dias a duração do reinado de muitos faraós.


Blog de cosmosvldc : Alfa e Ômega - 'O Princípio e o Fim o Primeiro e o Último', O primeiro manual de sexo da história? - 'Papiro Erótico de Turim'


A vida sexual não era um tabu para este povo.


Tem ainda os nomes de governantes efémeros, ou mandatários de pequenos territórios, que apenas se conhecem aqui, pois geralmente estão omitidos noutros documentos. A lista inclui os governantes Hicsos, normalmente excluídos de outras listas de reis, e embora os seus nomes não estejam escritos dentro de um cartucho, juntou-se o texto hieroglífico Heqa Jasut para indicar que eram governantes estrangeiros.


O historiador espanhol José Miguel Parra Ortiz afirmou que os egípcios tinham todas as perversões, mas eram publicamente contidos e calmos.


O povo da Antiguidade dava grande importância à procriação, mas suspeita-se que cedia também a práticas como a masturbação com pénis de madeira ou pedra.


Objetos, 'algumas oferendas de cariz erótico deixado junto dos cadáveres mumificados que se acreditava que ressuscitavam no outro mundo, e também falos que eram colocados junto do altar da deusa Hator'.


Dado o tamanho adequado de determinados falos feitos em madeira e pedra, que foram encontrados, subsiste a hipótese de que se masturbavam com os objetos, e os entregavam posteriormente aos deuses, como forma de alcançar uma maior carga mágica, garantir a fertilidade ou recuperar a potência sexual.


O historiador refere ainda que há documentos que referenciam atos que identificaríamos hoje como de sadismo e masoquismo, e relatos literários que referem a existência de sexo antes do matrimónio.


Encontrámos também relatos de relações extraconjugais, sem que tal fosse condenado, e até narrativas da participação de um terceiro elemento na relação conjugal.


O autor de 'A vida amorosa no Antigo Egipto.

Sexo, matrimónio e erotismo', afirmou que a vida sexual não era um tabu para os antigos egípcios que não gostavam de a expressar publicamente, nomeadamente em pinturas.


Em declarações à Lusa, o historiador espanhol esclareceu: «Estavam tão interessados em sexo como qualquer outro povo, mas seguiam um pouco o modelo vitoriano, em que em público nada transparecia, e era tudo calmo, e dentro de portas imperava a imaginação.


Os antigos egípcios, referiu, fechavam os olhos a certas práticas desde que houvesse filhos.

 

A homossexualidade exemplificou, não era explicitamente condenada pelo ato em si, mas por dessa relação não surgirem filhos. Se um dos intervenientes já tivesse herdeiros, mesmo que adoptados fechavam os olhos.


Arquivos de Valter Luis

http://zip.net/bdmPvP

Imagens de cosmosvldc

http://zip.net/bnmzNk

Blog de vl.chapas

http://vldc.zip.net/


o 'Papiro de Turim, O primeiro manual de sexo da história, Papiro Erótico de Turim

domingo 13 janeiro 2013 10:39 , em Sexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade



2 Fans


3 comentário(s)



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.211.44.195) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para cosmosvldc

Precisa estar conectado para adicionar cosmosvldc para os seus amigos

 
Criar um blog